quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Adolescente de 17 anos confessa seu envolvimento em 20 crimes




Sempre vestida com roupas curtas e provocantes, uma adolescente de 17 anos - apreendida na última terça-feira - valia-se da boa aparência para cometer crimes em Sorocaba (SP). Aos agentes do 1º Distrito Policial da cidade, para onde foi levada, a jovem confessou participação em nada menos do que 20 delitos: dez roubos de veículos, três saidinhas de banco, três roubos a residência e quatro assaltos a estabelecimentos comerciais.
Onze vítimas já a reconheceram. Os homens eram seus principais alvos. "Uns me chamavam e eu dava atenção, dava risadinha, me fingia de fácil. Aí só lamento o resto", disse ela, em entrevista à TV Tem, afiliada da Rede Globo.
Para roubar os veículos, a adolescente agia sozinha, e atacava logo após ser abordada pelas vítimas, a quem convencia a ir para um lugar deserto e então anunciava o assalto, empunhando uma faca - algumas testemunhas também relataram o uso de uma espingarda. "Era fácil a abordagem porque homem é tudo tarado hoje em dia. Eles queriam ir para o motel, mas eu sempre arrastava pro mato. Nunca fiz nada com eles porque me dava ao respeito", garantiu a novinha.
De acordo com o delegado Silvio Vicentim, a maioria dos crimes era cometida nos bairros da área nobre de Sorocaba. Para assaltar casas e comércios, a jovem tinha a ajuda de três adolescentes, que estão foragidos. O dinheiro obtido nos crimes era gasto, segundo a garota, em bailes funk, balada e maconha: "Fumo todo dia. Tinha que roubar para pagar a maconha, não podia pedir dinheiro para o meu pai e a minha mãe. De uma menina ninguém ‘desacredita', então roubar foi ficando cada vez mais fácil".
Além de usar a sedução como arma, a jovem, que faz 18 aos no próximo sábado, sabia ser violenta. "Nas lojas eu chegava acelerando, empurrando e pegando o dinheiro. Quando viam que eu estava armada, eles entregavam o dinheiro. Mas uma vez um cara ficou olhando para mim e rindo, aí dei duas ‘bicudonas' nele", relembrou ela, que narrou a agressão a outra vítima: "Uma vez parei um carro, e o motorista viu que eu tinha uma faca. Enfiei a faca no pescoço dele. Tive que agir primeiro, senão ele poderia me matar."

http://www.meiahora.ig.com.br

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Veja no site da TV tem . Com isso foi aqui na minha cidade de sorocaba q hj faz 359 anoa rsrs feliz aniversário

      Excluir
    2. http://www.meiahora.ig.com.br/noticias/periguete-novinha-seduzia-os-manes-pra-roubar-de-espingarda_7967.html

      Excluir
  2. Devia pensar bem ela,na hora de roubas veículos escolhesse os alvos certos como os casados eles nao iriam dar queixas,ou reconhecer... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhhhhhhhh bandida vc tbm hein kkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Ela roubava para fumar maconha? Por favor! ela não precisaria roubar para fumar somente maconha, com essas ideias ai ela obviamente assaltava para comprar químicos (crack, cocaína, etc..) não para fumar maconha!
    Matéria ridícula..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram palavras dela cara. Não dá pra culpar a matéria pelo o que ELA falou. Tem video por aí dela falando. É só procurar.

      Excluir
  4. Sabe o que é isso? Falta de surra!
    Falta de uma bela Cintada no lombo!

    Quem levou cintada no Lombo quando era muleque entende o que é certo e o errado hj em dia!

    Essa mulekada de hoje acha que pode td!
    Porque? Nunca levou um tapa!!
    É capaz deles darem uma porrada na cara do pai e da mãe se eles o reprimirem!

    Fala serio!

    ResponderExcluir