quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Pai posta como calcula a mesada dos filhos e faz sucesso na internet

Vitor Yamada postou, na segunda-feira, uma imagem onde mostra o que ele desconta da mesada dos filhos. A imagem já fez sucesso na internet e recebeu mais de 85 mil compartilhamentos



Muitos pais estabelecem, desde a infância, uma quantia de dinheiro que dão aos filhos, para que estes possam aprender a administrar seu próprio "salário". Entretanto, é preciso saber dosar o "benefício" dos filhos, mostrando a eles que é preciso cumprir algumas normas e que o dinheiro não vem de forma gratuita. É essa linha de pensamento que Vitor Yamada usa com seus dois filhos, Giullia e Vitor.
Yamada publicou em seu perfil pessoal uma imagem da tabela que utiliza para calcular quanto os filhos "merecem" receber ao fim de cada mês. De um total de R$ 50,00, o pai desconta valores entre R$ 0,25 e R$ 3,00 para cada desrespeito as regras estabelecidas. A lista de normas penaliza por "faltar, atrasar ou reclamar para ir à escola", "pular no sofá/cadeiras", "não tomar banho" e "desobedecer pai ou mão", entre outras.
O pai fez sucesso na rede e desde segunda-feira, quando ele postou, a imagem já recebeu 85 mil compartilhamentos.
visto no www.administradores.com.br Com informações de Terra.com.br.

169 comentários:

  1. Êita capitalismo! Mas é uma ótima forma de ensinar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois ótima educação para não transformá-los em comunas...

      Excluir
    2. Claro, pq só pessoas ruins podem ser comunistas, tipo o Karl Marx e o Che Guevara. E no Capitalismo só tem gente boa, tipo aquele tal de Hitler...e vem falar de boa educação com um comentário desses...

      Excluir
    3. Che Guevara era comunista? ... falou merda parceiro

      Excluir
    4. Cara eu já não vejo como comunismo ou socialismo, mas vejo como "colocando o dinheiro acima do respeito". Magina meu pai fazer uma coisa dessas "Me obedeça pra eu te dar dinheiro" ao invés de "Me obedeça pois eu sou o seu pai!"
      Mas o método é bom

      Excluir
    5. Queridos, Karl Marx já foi destruído há tempos por VÁRIOS outros sociólogos. Marxismo é uma teoria burra e obsoleta hoje, só quem é muito otário para idolatra-la (comunas otários).
      Che Guevara era um PORCO, ASSASSINO, GENOCIDA, que matava por prazer, matava INOCENTES. E sim, Che era comunista amigo!

      Hitler era FASCISTA, NÃO CAPITALISTA, e o fascismo, querendo ou não, é ABSURDAMENTE equíparavel ao SOCIALISMO.
      Outra coisa, Hitler matou 6 milhões de pessoas, o regime socialista, NO GERAL, matou MAIS DE 100 MILHÕES DE PESSOAS.

      Então, se você não gosta do capitalismo, não idolatre um sistema que é 10.000x mais sujo que esse.

      Excluir
    6. esse 3035jss é uma das pessoas mais burras que eu já vi na internet...
      Para de ler a revista Veja e vai ler um livro pelo amor de deus.

      Excluir
    7. O MARXISMO dentro do que foi escrito sim funcionaria e muito bem, Infelizmente nunca foi posto em pratica do jeito que foi teorizado. CHE GUEVARA apoiava a ideia socialista mais não apoiava a forma de socialismo que estava sendo imposta....

      AFINAL O MUNDO QUE JÁ VIVIA EM MUNDO CAPITALISTA, OS GRANDES, A BURGUESIA, O POLÍTICOS NÃO QUERIAM DEIXA O PODER, O DINHEIRO PARA TODO MUNDO SER IGUAL ( A Verdadeira ideia Socialista) ENTÃO O SOCIALISMO JA LOGO FICOU PARECENDO DITATORIALISMO...

      HILTLER: indefinido, na cabeça do cara tinha tanta revolta de ver seu pais ser traído na primeira guerra mundial. e tinha caras como HEINRICH HIMMLER do seu lado que eram caras sem logica também... AÉ FASCISTA era MUSSOLINI...


      SE tiver falando algo de errado ai me falem... Toda informação é bem vinda

      Excluir
    8. O pai já está treinando os filhos para serem assalariados, ou seja, mão-de-obra explorada pelos capitalistas. Espero que, na escola, as crianças estejam estudando e tendo boas notas em História, Sociologia, Geografia e Filosofia, para aprenderem a se revoltar contra esta sociedade injusta e maldita!

      Excluir
    9. Bom, o nazismo matou 15 milhões de pessoas, durante a Segunda Guerra. Já o Comunismo matou 100 milhões, contabilizando aí Holomodor, ditadura chinesa, guerra do Vietnã. E o Capitalismo (quem diria) é nada mais e nada menos que o responsável por um bilhão de mortes, se você colocar nessa conta a colonização, a industrialização e todas as suas consequências. Se formos considerar o contexto burro em que vocês colocaram essa comparação, acreditem, o Nazismo é o sistema menos nocivo!

      Excluir
    10. 3035jss é o único que abriu a boca nessas respostas sem emitir o odor de fezes.
      Carlos Henrique, você realmente acha que é melhor incitar a juventude ao ódio e desordem do que ensina-los que eles vivem em sociedade e terão responsabilidades na vida adulta ? A Maior idiotice do comunista é que ele não se toca que o "Burguês explorador" foi a "mão-de-obra explorada" que cumpriu sua função e foi recompensado ao invés de fugir de suas obrigações.

      Excluir
    11. comunas, desliguem seus tablets e vão dormir...

      Excluir
    12. Boa noite, gente boa da net...
      Não tinha pensado em falar de comunismo, já que os problemas do nosso mundo atual está todo nas costas do capitalismo, acho uma discussão bem furada falar de comunismo como se isto isentasse o sistema vigente de suas falhas. E sim, podemos falar daquilo que vivemos, e no caso é o capitalismo... ou não poderíamos falar mal da escravidão na época das grandes navegações??? rsrsrsrs
      Vamos falar do que existe, em um mundo capitalista como o de hoje, onde na vida adulta o que vemos de nossos governantes e empresários principalmente, são os valores totalmente invertidos, onde vidas valem menos que o dinheiro na hora de estipular limites de latifúndios, retiradas de famílias trabalhadoras a favor de banqueiros, nessa hora matam para dar a bilionários mais um milhão... o que ensinar a nossos filhos?
      Meus pais mesmo criaram os filhos sem moleza: refeições à mesa, na hora certa e sem desculpinhas para não comer direito, ajudar a arrumar a casa, não brigar, estudar todos os dias, tendo ou não dever de casa, não assistir tv por mais de uma hora, não falar palavrões... e o segredo da beleza deste ensino está neste pequeno ponto: fazíamos tudo por respeito e amor, por entendermos que nossos pais faziam de tudo por nós e nós retribuíamos fazendo o melhor para eles. Amor, meus amigos, antes de encucar nos nossos filhos que o dinheiro será a resposta por todas as suas boas ações, pois no final todos sabemos que o dinheiro não é a resposta para MUITAS de nossas boas ações, muitas vezes por dinheiro são feitas atrocidades (e muitas fortunas, a maioria, foi juntada por meios não éticos) e nossos filhos têm de entender isto de pequenos, pois são espertos o suficiente para entender e obedecer os pais por respeito e amor, e não por que faltará R$3,00 no final do mês. No mais, é bem difícil mesmo ser um bom pai rs. Boa sorte a todos.

      Excluir
    13. Os gregos são notados pela origem da democracia, sismema político que eles menos gostaram, entretanto o que melhor funcionou, apesar de eles preferirem a aristocracia. Na questão econômica, vivemos semelhante dilema. Muitos reclamam do capitalismo mas é o sistema que melhor funcionou até hoje. Apesar de o socialismo ter boas idéias, o ser humano nunca o colocou em prática da maneira correta e muitos perverteram seus belos princípios para manipular muita gente, o que causou uma certa repulsa aos menos informados que se informam por veículos de comunicação confiaveis como a revista veja por exemplo (sqn)
      eu concordo plenamente com a atitude do pai, em ensinar o filho desde cedo a lutar pelo seu sustento, visto que vivemos numa socidade capitalista altamente competitiva e que o socialismo verdadeiro nunca sera posto em prática.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Falo td cara, os moleques são obrigados até a ir na missa

      Excluir
    2. Acho válido. Eles podem fazer o que quiserem, mas se querem ganhar a mesada, vão ter que cumprir as regras. Dá a mesada por dá não contribui em nada pro carácter dos guris.

      Excluir
    3. Eles não são obrigados, mas sabem que se não forem terão 1 real a menos.

      Não concordo com essa imposição de religiosidade em cima dos meninos, mas pelo menos eles tem a escolha de não ir

      Excluir
    4. Deixa solto fazendo o que der na telha, daí depois que vira tudo puta, maconheiro, mal educado e burro quer reclamar.
      A nossa sociedade já é um lixo por causa de pais assim, que não impõe limites e ainda acham que os professores é que devem educar seus filhos.
      Esse cara esta certíssimo e os filhos dele tem grandes chances de se tornarem muito bem sucedidos e excelentes futuros pais!

      Excluir
    5. Isso se chama Educar. Perceba que o pai não pune as crianças batendo, nem deixando de castigo. As crianças podem reclamar, deixar a toalha no chão, a única retaliação do pai é descontar da mesada. Achei a idéia incrível!

      Excluir
    6. Se for seguir sua linha de raciocínio, ninguém vive, tendo que cumprir as regras impostas pelos empregadores, afim de não termos descontos no nosso salário ao final do mês. Hipócrita. Não custa nada ensinar as crianças a administrarem suas coisas, até porque estarão mais hábeis ao mercado. Outro ponto é que é uma maneira diferenciada de educar. Se você não tomasse banho na idade deles, sua mãe com certeza te daria uma chinelada, já eles, apenas deixam de ganhar 25 centavos. No mínimo interessante.

      Excluir
    7. obrigar a ir na missa,isso é ridículo,não se força alguém a fazer o que não quer,religiosidade vem da pessoa.
      eu cresci na rua,"largado" nem por isso eu cresci burro,sou o mais inteligente da minha casa,já falo inglês +/-,isso que nunca fiz curso nenhum.
      nunca ganhei mesada,de vez em quando,dificilmente mesmo,eu ganhava 1 real ou 2.

      Excluir
    8. Sociedade Anônima. Eles não estão ensinando a administrar nada, pelo simples fato de não estarem educado os gastos das crianças e sim mostrando como GANHAR !!!
      Esses filho não fazem suas tarefas por entenderem, a importância e funcionalidade dela no dia-dia. E sim pra não perderem dinheiro.
      A proposta é válida,mas tem que ser revista. Ou serão mais duas pessoas capitalistas e oportunista, que farão qlqr coisa por dinheiro.

      Excluir
    9. Tudo parece muito bom. Porém, este pai está educando seus filhos a fazerem as coisas por dinheiro e não pela real importância de seus filhos cumprirem os requisitos acima. Então, as crianças vão começar a escovar os dentes não por uma consciência da saúde e higiene e sim pela punição financeira que vão receber em suas "mesadas" se não cumprirem as obrigações.

      Excluir
    10. Eu também nunca tive mesada, sempre fui a igreja, adorava a hora do banho e hoje não sigo religião nenhuma, a questão é o que vai ser por sua própria escolha quando crescer e puder falar por si!
      Quando se é uma criança, são seus pais que falam por você, e cabe a você reciclar todos os ensinamentos deles e escolher qual você vai seguir. As pessoas são diferentes, agem, pensam, falam e vivem de formas diferentes.
      Se você cresceu na rua e é uma boa pessoas, com um certo grau intelectual, ótimo, parabéns!
      Mas isso não quer dizer com todos vai ser assim, hipocrisia é achar que todos devem ser como ser como você!
      Cada um educa os filhos como quer ou como convir e pra honestamente a forma não importa, desde que sejam honestos, éticos e decentes!

      Excluir
    11. obrigar a ir na missa, só essa parte da lista que achei ridículo. cada um deve escolher sua religião. as outras não tem problema, são optativas, nenhum vão apanhar se não cumprir.

      Excluir
    12. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    13. Esta coisa de punir/comprar os filhos tem de acabar. Talvez seja muito mais eficiente conscientizar a criança a cumprir seus deveres e a cada vez que o filho(a) cumprir conscientemente seu papel os pais tem que aplaudir e incentivar. Isto vai aumentar a auto estima da criança, a criança vai saber o porque tem que cumprir cada função e a vida que elas terão pela frente será motivada por uma consciência de se fazer o que "é certo" pelo bem delas e não motivadas pelo medo da punição financeira ou seja lá qual for o castigo.

      Excluir
    14. KKKKK...O "Engraçado" é que ninguém cita imposição à natação ou ao inglês. Somente à tal religião...Quer dizer...Ir à missa é ridículo hoje em dia, e não algo que assim como a natação ajuda na saúde, a missa pode ajudar a pessoa a seguir um dos caminhos bons da vida. Antes que os loucos me agridam, "ajudam", não estou dizendo que alguém vai ser mais que um outro por ir à missa, assim como alguém vai ter uma vida eterna de saúde perfeita se fizer natação. Vocês são tudo idiotas mesmo.

      Excluir
    15. Jackson seu energúmeno...E Natação??? Será que ele não poderia escolher, sei lá, Basquete??? Que perseguição idiota com religião.

      Excluir
    16. Voces que foram contra, certamente foram criados na libertinagem e possivelmente são intragáveis no convívio social.

      Excluir
    17. Ui que povo mimizento, CREDO!
      Acham defeito em tudo!
      Deixa o cara educar os filhos dele do jeito que ele achar melhor,
      pelo menos as crianças aprendem a ter responsabilidade na vida e não a achar que é tudo uma festa, eles percebem que tem obrigações à cumprir.

      Excluir
    18. Assim, desde pequeno saberão o verdadeiro valor da vida. Já quem não gostou com certeza não teve uma educação exemplar.

      Excluir
    19. TUDO BANDO DE HIPÓCRITAS !!! FALAR MAL É FÁCIL, QUERO VER NA HORA DE EDUCAR... ELE TEM TODO DIREITO DE ENSINAR AOS SEUS PRÓPRIOS FILHOS NÃO SOMENTE O VALOR DAS COISAS, O VALOR DO DINHEIRO, MAS TAMBÉM OS VALORES SOCIAIS, O RESPEITO PRINCIPALMENTE AO PAI E À MÃE COMO TAMBÉM A SEUS IRMÃOS. SE ELE ACHA QUE ESTA É FORMA CORRETA, QUEM TEM A VER COM ISSO ? DEIXE QUE ENSINE O CAMINHO DA IGREJA, QUE TENHA UM ESPORTE (ALGUÉM JÁ SE PERGUNTOU SE NÃO É O FILHO/ FILHA QUE QUER PRATICAR ESSA ATIVIDADE?). LEMBREM-SE QUE QUANDO SE APONTA O DEDO PRA JULGAR ALGUÉM , EXISTEM OUTROS TRÊS APONTANDO DE VOLTA !

      Excluir
    20. "Isso se chama Educar. Perceba que o pai não pune as crianças batendo, nem deixando de castigo. As crianças podem reclamar, deixar a toalha no chão, a única retaliação do pai é descontar da mesada. Achei a idéia incrível!" Unknown10 de outubro de 2013 11:31

      Eu não chamaria este "sistema" de educação. Não vejo como a criança poderia, através deste sistema, adquirir algum senso crítico que é a base de uma verdadeira educação. Vou explicar melhor minha posição. Ao meu ver, em nenhum momento deste processo, existe a garantia de que a criança esteja ententendo o por que de estar fazendo ou omitindo determinada ação. Ex: Quando ela deixa de escovar os dentes está passivel de sofrer uma punição, neste caso, de caráter econômico. Entretanto, não existe nenhuma garantia de que ela venha a entender a necessidade de tal prática, garantia que só se obtem através de um verdadeiro aprendizado, com uma real educação.
      Não vejo como esse tipo de "aprendizado" seria diferente de um que utilize a punição corporal, por exemplo. O que está em pauta aqui, seria um método de adestramento diferente, que não se dá com a violência física, mas sim, com uma violência econômica. Chamo de adestramento, pois não seria diferente do método de ensino usado com animais, como um cão que recebe uma recompensa após seguir às normas que lhe foram impostas.
      Se o sistema fosse meu eu o modificaria da seguinte forma: Continuaria utilizando a punição econômica, justamente por a considerar extremamente efetiva. Introduziria, entretanto, o direito à ampla defesa. Daria oportunidade à criança para criticar às normas e recompensá-la pelos argumentos utilizados. Acredito que a partir do momento que incentivamos a pesquisa e também possibilitamos que o indivíduo duvide e critique às normas, estamos fazendo ciência e criando uma verdadeira educação de qualidade, não um mero adestramento.


      Excluir
    21. Para reduzir alguns pontos de vista, a metodologia não se propôs a ser didática na essência. Quando o pai colocou as metas, colocou-as para crianças e não para os marmanjos debatedores que estão postando suas ideias aqui. Bem!!! Religiosidade é uma atitude familiar pois o filho no caso aqui em pauta é na realidade uma criança, ainda encaixada no seio da família e sobre a tutela dos pais, outra coisa não ha na realidade uma punição o que sucede é meramente um desconto pecuniário pelo não cumprimento de uma meta estabelecida e que no futuro quando o mesmo tiver o seu livre arbítrio seguirá ou não. Com a minha filha sucedeu. As outras metas estabelecidas sem ser a tão citada religiosidade, são colocadas de formas para que dentro da casa eles se organizem em nada afetando, as suas condutas que possam deturpar as suas futuras personalidades. Regras estabelecidas e aceitas foram feitas para serem cumpridas. Se não as sociedades seriam caóticas. As que nos regem, são as do Código Penal, assim como para o trabalho, são as Leis Trabalhistas e assim por diante. E a universal, são as Leis de Deus. Lamento mais sou pecador e neste caso prestarei contas ao meu pai e criador. As coisas funcionam assim.

      Excluir
    22. Considerando as palavras do SMOKE, logo acima, o método empregado é amplamente conhecido na Educação Infantil como Sistema de Recompensas. Ele se assemelha ao adestramento sim e possui seus benefícios, entre eles, a criança já começa a entender que é BOM ser obediente e é RUIM desobedecer. Se por acaso o aspirante a Advogado SMOKE tiver filhos, ele vai entender facilmente que SEM O SISTEMA APLICADO, na primeira oportunidade que a criança tiver aconteceria o seguinte: "Vai escovar os dentes! POR QUÊ, PAPAI?".. "Vai tomar banho! POR QUÊ, PAPAI?" e o SMOKE, e TODOS AQUELES que criticaram o método NÃO ESTARÃO lá pra responder o infindável e cíclico POR QUE.. Criar um filho não é fácil e criá-lo sem um método é mais difícil.. Lembrando ainda que são crianças e essa fase também vai passar e o "biscoito" poderá ser retirado, logo, fica o ensinamento pelo hábito.

      PARA AQUELES QUE CITARAM A RELIGIÃO, CAPITALISMO, MERCADO DE TRABALHO, TER SENSO CRÍTICO (por parte das crianças), CHE, HITLER E MUSSOLINI, ri muito, confesso.. Vocês esqueceram que são apenas crianças e mesmo que um deles VENDESSE UM TODDYNHO no recreio ele NÃO seria um CAPITALISTA. Por que? Dentre algumas possibilidades: A criança poderia ter objetivo com o dinheiro arrecadado; comprar um álbum de figurinha ou um Xbox: Observado, é um processo de evolução, melhoria e planejamento; O pai poderia ser um comerciante e a criança está habituada a ver aquele processo de venda, logo, repete o ato;

      As crianças ainda não fazem ideia do que é Capitalismo, nem os que aqui opinaram de forma contrária e levaram o assunto para outro tema; Muito menos OBSERVARAM que as crianças podem FALTAR, atrasar ou reclamar, assim como nós mesmos fazemos para um monte de coisas.

      Pode até ser criticado, mas é um método funcional até para perceber quando o filho ou filha não quiser ir mais à algum desses lugares: A criança poderia deixar de ir às aulas de Inglês por um briga com o coleguinha, poderia indicar algum tipo de assédio na natação e em último caso faltar por vontade própria quando se envolve uma recompensa.

      Muitos da nossa geração não comungam e tem uma relação com a fé apenas quando ficam fodidos e esse afastamento será ainda maior na próxima geração. Eu, mesmo NÃO ACREDITANDO em deus e como ele é conhecido por todo o folclore bíblico, VOU LEVAR meu filho à igreja o máximo de tempo que eu puder, pois será o único momento para ele aprender sobre as religiões e a religiosidade; Assim, quando chegar a rebeldia da adolescência ele joga fora a viseira da igreja e se aprofunda em outra Filosofia; Lugar comum para todos os grandes pensadores e escritores.

      Excluir
    23. Outros termos engraçadíssimos dessa página: Confira com o CTRL + F

      limites de latifúndios - robo - CINTO DE SEGURANÇA - lavar o banheiro - drogas - casa do caramba - BULLYNG - tche - o dinheiro é o nosso melhor amigo - JESUS QUE NÃO EXISTE VAI DAR DINHEIRO PARA ELES?? - se você é criança, perde dinheiro cada vez que se comportar como criança - petista - empresarios - virgem - tirar a vida de alguém - silenciá-los com dinnheiro - sociologias - IPTU - 2 pessoas vão se ta bem na vida - sexo

      Excluir
  3. isso é so as vezes que ele viu - se conta as que ele nao viu eles nao iam levar e nada NADA! B-)

    ResponderExcluir
  4. Pois eu ganhava 5 reais da minha mãe e achava que ja tinha o mundo,imagina 40 reais por mês,esse ai tem vida boa!

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. falo tudo!!1 aposto que o pai nao é nada santo!!

      Excluir
    2. Exatamente! O capitalismo impera no mundo, poderíamos proteger as crianças enquanto é possível, ou seja, dentro de casa. Ensinar, passar valores e não compra-lo

      Excluir
  6. Desobedecer pai ou mão? hahaha, Errinho de digitação. Mas adorei a iniciativa.

    ResponderExcluir
  7. adestrando os filhos, horrivel isso, nao vao cumprir as obrigaçoes por ser a coisa certa a fazer e sim para ganhar o premio no final. Acho que as pessoas estao convivendo demais com os animais. Chega de net por hoje, nunca vou fazer essa merda com meu filho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentários como o seu chega a doer os olhos. Entenda que criança precisa de disciplina para se preparar a vida adulta que a nossa sociedade pratica. Não gosta do capitalismo? Aí eu posso te falar que somos dois, mas esse é o sistema que foi feito por nós (humanos) e é ele quem mais engloba a nossa grande variedade de comportamento. Portanto meu caro, cabe a você se preocupar em preparar seu filho para ser alguém no futuro, ter respeito pela sua figura de pai e se tornar um adulto com ombridade. Pense um pouco sobre os seus conceitos e pare pra se enxergar no contexto em que vivemos.

      Abs

      Excluir
    2. Concordo com os 2, parabéns pela inteligência e capacidade de debater sem ofensas.

      Excluir
    3. Concordo com o Edson Medeiros,

      Pois em um mundo capitalista como o de hoje, onde na vida adulta o que vemos de nossos governantes e empresários principalmente, são os valores totalmente invertidos, onde vidas valem menos que o dinheiro na hora de estipular limites de latifúndios, retiradas de famílias trabalhadoras a favor de banqueiros, nessa hora matasse para dar a bilionários mais um milhão...
      Meus pais mesmo me criaram sem moleza: refeições à mesa, na hora certa e sem desculpinhas para não comer direito, ajudar a arrumar a casa, não brigar, estudar todos os dias, tendo ou não dever de casa, não assistir tv por mais de uma hora, não falar palavrões... e o segredo da beleza deste ensino está neste pequeno ponto: fazíamos tudo por respeito e amor, por entendermos que nossos pais faziam de tudo por nós e nós retribuíamos fazendo o melhor para eles. Amor, meus amigos, antes de encucar nos nossos filhos que o dinheiro será a resposta por todas as suas boas ações, pois no final todos sabemos que o dinheiro não é a resposta por muitas de nossas boas ações, muitas vezes por dinheiro são feitas atrocidades e nossos filhos têm de entender isto de pequenos, pois são espertos o suficiente para isto. No mais, é bem difícil mesmo ser um bom pai rs. Boa sorte a todos.

      Excluir
  8. Como criar robos. Ainda mais que, vejam bem o quarto item: Reclamar, faltar ou atrasar na igreja. Desde pequenos são condicionados a acreditar em mentiras. vergonha! Ao menos desde pequenos eles já sabem que igreja e dinheiro tem tudo haver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! Mas pelo menos eles tem a escolha. Isso vai muito da criação mesmo. Cada um "molda" o filho como bem entender.

      Excluir
    2. Mas cada pai escreve as regras que desejam, só vcs tirarem a tal RELIGIÃO das suas regras uai. Ideia do pai maravilhosa, os filhos não serão pobres no futuro e aprenderão a organizar a economia e vida deles.

      Excluir
    3. Não sei pq vcs estão como essa fantasia de: "Estão ensinando a organizar a economia"
      Eles estão ensinando a ganhar ! E não como gastar,em que gastar e quanto gastar. Se liga.

      Excluir
  9. Tudo isso por só 50 reais? Porra, velho muquirana.

    ResponderExcluir
  10. "Ir de madrugada à cama dos Pais" Pelo jeito houve algum flagrante passado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, então podemos concluir que pais de dois filhos fazem sexo.

      Obrigado, vou dormir mais alegre hoje! kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. parei no "ir a missa".
    que porra de Pai que obriga o filho a ir na missa, por isso que esse país é essa bosta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse país é uma bosta porque os pais não ensinam valores aos filhos, não ensinam Deus aos seus filhos. Eles são livres pra escolher, mas perceba que eles não levaram punição por esse motivo. Além do mais os pais tem o dever de ensinar aos filhos aquilo que acredita, quando eles crescem, ai sim, é que eles escolhem se vão seguir o que aprenderam ou se vão viver por si.

      Excluir
    2. Acredito que não há obrigação para nenhuma das tarefas. Apenas desconto em $... o filho pode deixar de ir e terá o valor descontado... acho que oque o pai quer fazer o filho sentir é na perda de valores $ e não uma obrigação de ir a missa, ou de fazer a tarefa ou notas boas... porque isso eles podem ou não fazer assim como todas as outras regras da lista.

      Excluir
    3. lays, se fosse assim, não existiriam religiosos criminosos

      Excluir
  13. Certíssimo! Já q é imperdoável a agressão física, então encontrar outra maneira de impor limites e responsabilidades é mais q válido afinal, como sempre se vê, a falta deste limite é o q gera um futuro garoto(a) problemático, e a responsabilidade de impor esses limites é sempre da família e não da escola, como muitos pais acreditam.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. E ir a missa é mais importante que escovar os dentes, tomar banho e até BOTAR O CINTO DE SEGURANÇA.
    Tá de parabéns, campeão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na igreja se aprende muita coisa boa, inclusive a importância da vida ;)

      Excluir
    2. Por favor, conte-nos mais sobre a importância da vida que você aprendeu na Igreja.

      Excluir
  16. achei tosco, vão virar interesseiros, bajuladores e oportunistas de 1ª

    invés de fazer reforço aversivo, poderia fazer um positivo, dando dinheiro a cada boa coisa feita; ele usou o aversivo porque é muquirana e não quer dar mais do que tá dando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tbm penso dessa forma.

      Excluir
    2. Nesse caso as crianças estariam fazendo as coisas apenas com o interesse de ganhar dinheiro e não aprendendo que não cumprir regras é passível de punição, como ocorre na vida adulta, onde somos multados por avançar sinal, ultrapassar o limite de velocidade ou sermos descontados no salário quando faltamos ao trabalho sem justificativa.

      Excluir
  17. e eu que nem mesada ganhava, só umas cadeirada, vassourada, tamancada, aiii

    ResponderExcluir
  18. Ele não é obrigado a dar 50 reais por mês pra cada filho... Se ele dá tem que seguir as regras dele, ele não está batendo ou espancando só está descontando o dinheiro que ele mesmo dá simples assim...

    ResponderExcluir
  19. Independente de dar dinheiro ou não, a educação é fundamental e começa em casa. Pois, o mundo não ensina no amor e sim na dor.

    ResponderExcluir
  20. Acho que ninguém entendeu mesmo. Não se trara de criar filhos robozinhos ou religiosos e obedientes, mas de mostrar que pra ganhar dinheiro na vida precisamos nos privar de coisas que gostamos e fazer coisas que não gostamos. Quantos adultos ao sair pro trabalho não gostariam de ficar em casa e curtir a família ou ter tempo para fazer o que gosta, mas tem que abrir mão, e no serviço quantos não estão fazendo o que não gostam só pelo salário? Há os sortudos que fazem o que gostam, se divertem e ainda ganham dinheiro, mas a grande maioria se enquadra no que falei. Na verdade eles vão aprender que ganhar dinheiro pode não ser fácil e divertido.

    ResponderExcluir
  21. É para serem educadas ou compradas? '-'
    Depois crescem ainda mais materialistas onde o dinheiro se torna mais importante que os valores e a culpa é da sociedade --'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não vejo assim. Eu vejo a mesada como um mérito que os filhos ganham por cada comprimento dos itens, se deixam de fazer é descontado. Tbm não acredito que o único método educacional lá, pq até mesmo os filhos estão bem comportados.

      Excluir
    2. Compradas? Como? Elas ganham mesada. Estão sendo educadas que, se não cumprirem as normas determinadas, serão punidas, assim como acontece na vida adulta, onde somos multados por infringir as Leis de Transito ou ser descontado no salário ao faltar ao trabalho sem justificativa, etc.

      Excluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Pessoal fala como se fosse esse o único método de educação utilizado pelos pais dessas crianças. Como se não houvesse um diálogo com explicações e exemplos por trás desta simples tabela. Por favor né gente... Vocês estão vendo só o que está estampado sem pensar no restante da educação por trás desse pedaço de papel. Ou vocês acham que um pai que se preza a fazer uma tabela dessa, se restringe somente a isso como método educacional dos filhos? Aposto que muita gente que está de "mimimi" aqui nem se quer reparou que existem valores diferentes para cada não cumprimento de regra...

    ResponderExcluir
  24. Depende muito das crianças. Quando fazem algo de errado, como se puni sem agredir??? provavelmente muitos vão pensar em tirar brinquedos temporariamente. E se não forem mais crianças?? forem adolescentes que apesar dos esforços ainda fazem pirraça de criança??? O que adolescente mais se importa???? é o dinheiro. E a mesada é um mérito, se quebram motivos desse mérito, pq não descontar?? Quanto as obrigações, cada família tem sua cultura e seu modo de pensar, se os pais são de ir a missa e querem a as crianças lá, elas vão... se quiser, porém haverá consequências.

    ResponderExcluir
  25. nao achei nada de errado ou exagera na lista. O povo qe é sensacionalista e hipocrita. Seu chefe manda vc lavar o banheiro ,ficar ate mais tarde e voce fica ! agora o pai ensina que nada vem de graça , que existem regras e ainda tem gente qe julga. Ta certo , é melhor da tudo pra criança sem pedir nada em troca , deixar pular e sambar nas regras e depois crescer se marginalizar , nao ser um ladraozinho mas simplesmente pensar qe tudo vem facil e nao é preciso esforço , com certeza a melhor maneira de educar filhos ! (ironia) , ir a missa é pq os pais sao catolicos , mas pela atitude do pai de ter uma atitude como essa lista mostra qe ele é bem integro e vai saber respeitar se os filhos escolherem outra religiao , ate parece qe todos voces nao foram influenciados pela religiao dos pais! hipocrisia simplesmente

    ResponderExcluir
  26. Nao acho valido isso, melhor estimular de outra forma, pois assim ele saberá mais o preço que tem as coisas e nao o verdadeiro valor!

    ResponderExcluir
  27. Com esse dinheiro, seus filhos vão começar a usar drogas (y)

    ResponderExcluir
  28. Que louco... para mim isso não é educar! Então a criança pode mandar o pai para a "casa do caramba" e ainda vai ganhar no final do mês R$48,00! kkkkkkkkkkkkk... o pai pode ficar refém do próprio esquema! A criança tem que ser sensível a sentimentos, isso não pode se perder. Tem que aprender que a desobediência magoa e entristece o pai, se arrepender, pedir desculpas.

    Quer ensinar que dinheiro não cai do céu? Dê tarefas que o recompensem! Compre um cofrinho e o ensine a guardar!

    A criança não pode entender que enquanto houver dinheiro ele pode transgredir da forma que quiser, ou ser incentivado a fazer qualquer coisa única e exclusivamente por dinheiro! Educação x Capitalismo.

    Será que era assim, como o Vitor Yamada, que os pais da Susana Richthofen faziam com a mesada dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita nada.
      O post todo foi somente como o cara define a mesada dos filhos, não o resumo da educação deles. Quem disse que não há castigo caso os filhos xinguem os pais? Pode haver castigo e o desconto da mesada.
      Nenhuma educação se restringe a mesada, eu ein.
      Está lendo mais do que o que foi escrito, ou seja, imaginando coisas aí.

      Excluir
    2. Ou vc esteja esperançoso demais amigo, não seria novidade alguma, é assistir tv!

      De qualquer forma, para mim, continua sendo capitalismo!

      Excluir
  29. Não gostei! Se o mlk quiser pular no sofá ele pode, sabendo que perde algum dinheiro com isso. Ele vai acabar aprendendo que na vida tudo pode, no máximo vai se pagar uma multa pelas transgressões. Aí vira aqueles assassinos de trânsito, filhinhos de papai.

    ResponderExcluir
  30. Está de parabéns,os filho desse cara estão sendo bem educados e disciplinados.

    ResponderExcluir
  31. "Ir de madrugada à cama dos Pais" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk rindo até agora!!!

    ResponderExcluir
  32. Sera que educa ou apenas adestra? como uma cão que faz algo pela recompensa, sera que Quando ele não tiver mais mesada no final do mês vai continuar fazendo suas obrigações?

    ResponderExcluir
  33. sao so uns 4 reais por mes pra faltar na missa

    ResponderExcluir
  34. Sim sim, desobedecer minha mão é algo muito grave.

    ResponderExcluir
  35. UM BELO DE UM CUZÃO , AS CRIANÇAS NPODE NEM APROVEITAR A INFANCIA PRA FZER BOSTA , VAO VIRAR AQUELES MLKS QUE SOFREM BULLYNG DEPOIS .... O FDP OBRIGA ELES A IREM A MISSA REZAR PRA UM FDP QUE ELES SÃO OBRIGADOS DESDE PEQUENOS A ACEITAR

    ResponderExcluir
  36. E se isso se trta de mostrar o valor do dinheiro ; POR QUE MERDAS ELE DESCNTA SE FALTAREM A MISSA?? JESUS QUE NÃO EXISTE VAI DAR DINHEIRO PARA ELES??

    ResponderExcluir
  37. Discordo. Aliás, acho uma típica saída de pais que não sabem educar seus filhos. A educação da criança não deve ter relação a ganhos financeiros.

    Ela deve fazer tudo o que tem na lista porque 1) está sendo orientada pelos pais e 2) vê valor nas coisas que devem ser feitas (tarefas ou comportamentos).
    Tem um item que diz: desobedecer pai ou mãe perde R$ 3,00. Este item está associado a respeito de tal maneira que uma "punição" financeira (convenhamos, R$ 3,00 como multa é pouco) não vai resolver um problema que parece ser falta de diálogo ou de umas palmadas.
    O que você está ensinando a criança ao fazer isso? Que deve respeitar as pessoas para ganhar dinheiro? Cadê o respeito pelo que é certo? Cadê a firmeza dos pais? Estes pais também são contra umas palmadas? São do tipo que pedem para os filhos: "Por favor, fiquem quietos."?

    A não ser que a família só valorize o dinheiro - que é importante, eu sei. Mas os valores de cada um são discutíveis.

    ResponderExcluir
  38. eu ficava sem grana, só de birra! palhaçada fica comprando as criança tche -,-

    ResponderExcluir
  39. Engraçado, a ideia ai nem é se os guris vão a escola ou não, e nem muito menos educar ou dar mais bons modos. Mas sim o que esta em jogo, é quanto os pais podem economizar com a falta de educação de cada um deles. Que se foda se nao vai a missa, o que importa é que o pai tem como decreto, que dará 1 real a menos. Me diverti horrores!!

    ResponderExcluir
  40. Esse Vitor é o vida Loka da historia kkkkk

    ResponderExcluir
  41. tem gente de reclama da atitude do pai.... mas o dia que estiverem trabalhnado, não vão poder atrasar, senão vai ser descontado.. ou vai perder o emprego!
    e outra, melhor ir na missa (não sou religioso não, antes que falem merda), do que ouvir funk na rua ou ficar na casad e qualquer um!!

    ResponderExcluir
  42. Entendo que, o dinheiro é o nosso melhor amigo, e, ele também nos proporciona as melhores coisas, mas, pagar para seguir regras absurdas, já é demais. Há regras que devem ser problematizadas, há outras, como higiene pessoal, que devem ser ensinadas. Quer dizer então, que em casa se o cidadão der descarga, e não deixar o presente de grego, para o próximo usuário do banheiro, mirar a urina no vaso sanitário, enrolar o absorvente no papel higiênico, e ganha dinheiro com isso? Agora, se for ao banheiro público vai hesitar, já que não vai ganhar um centavo por isso. Religiosidade, que é algo muito pessoal, e a escolha em seguir ou não, e qual religião a seguir, vai do livre arbítrio do indivíduo. Regras: Qual o sentido dessas? 1º que respeito se conquista; e com energia pessoal, num ambiente harmonioso, altruísta(autodoação),e tolerância mútua e não valores morais. Isso sim que é a verdadeira autoridade. 2º não adianta impor sentimentos, se a casa vive numa guerra civil, a qual não há altruísmo, tolerância, aceitação, recíproca, se um quer mudar o outro para ficar bom para ele, o tempo todo, e oferecer dinheiro por isso, caso contrário, isso será uma indústria de robôs mercenários. Porquê? Esses cidadãos serão pessoas piegas, ao repetir scrpts feito papagaio, além de fazer só por dinheiro. Exemplo: Um cidadão desse só vai ajudar um deficiente visual a atravessar a rua, se esse pagar por isso? Essa criança só vai beijar a sua mãe se ela for paga para isso? A criança só vai desejar feliz aniversário a sua tia, se a aniversariante pagar para ser lembrada do seu aniversário? Ou pior: Se a criança falar que aquela vizinha baranga é linda, se ela for paga para isso? Ai que preguiça desse povo que paga ser caga regra! "Já que a Supernanny faliu, então, vamos inventar uma moda nova, para mostrar ao mundo que eu não sei educar os meus filhos, e que esses não tem o menor respeito por mim."

    ResponderExcluir
  43. Moral da história: se você é criança, perde dinheiro cada vez que se comportar como criança.

    ResponderExcluir
  44. Eu já perguntaria:
    - Pai, tem troco p/100,00? kkkkk

    ResponderExcluir
  45. Só digo uma coisa por que natação? Eles não poderiam escolher o próprio esporte? .-.

    ResponderExcluir
  46. Desconheço Mesada, no meu tempo não existia.... modernidade... _-_

    ResponderExcluir
  47. Na realidade tudo isso é somente um incentivo, alguns idiotas falam mal pq não tem filhos e não sabe como é. Deixa seu filho fazer o que ele quiser, que qdo vc ver ele tá dominando vcs.

    ResponderExcluir
  48. Perfeito! Isso fará não se tornarem comunistas! Estará criando um petista a menos para sugar dos que trabalham!

    ResponderExcluir
  49. Acho injusto. Os pais obrigam a criança a cumprir com atividades que elas podem não sentir necessidade nenhuma de arcar; como, por exemplo, não faltar a missa. Ir ou deixar de ir à missa depende de uma forma de sociabilidade que o indivíduo pode ou não concordar, assim como, na verdade, tudo nessa lista.

    Em termos mais simples, estaríamos doutrinando uma pessoa a cumprir tudo o que lhe é mandada sem que ela possa inclusive reconhecer suas próprias limitações. Além de não se ensinar o porquê de existirem tais tarefas, atrofia-se seus cérebros.

    ResponderExcluir
  50. apóio a idéia deste pai, e aos que são contra por qualquer motivo, esperem pra ser pai pra vêr que tipo de filhos vcês vaõ querer criar, ensinamos aos nossos filhos oque aprendemos com nossos pais, culturas vindas da nossa infância. Meu filho já esta crescido, mas os seus com certeza podem vir a ser funcionários de um dos filhos deste senhor que com certeza serão grandes empresarios.

    ResponderExcluir
  51. Putz, vejam o resultado em 15 anos quando toda recompensa passa a ser grana.

    ResponderExcluir
  52. perfeito adorei elas tem q saber desde que crianças que temos regras na sociedade onde cabe a nos cumpri-las caso nao sempre tem alguma consequencia, é muito melhor q muitos pais liberais onde uma filha de 13 anos ja nao é mais virgem onde um moleke com 15 anos ja fuma e bebe, corritissimo.

    ResponderExcluir
  53. Ai quando eles crescerem, chega um indivíduo muito rico e lhes oferece uma grande quantia em dinheiro para tirar a vida de alguém....
    Certamente eles vão aceitar, pq o pai deles está ensinando que as atitudes se baseiam no dinheiro, se fizer ganha, se não fizer não ganha. Desse forma os verdadeiros valores da vida estão deturpados, rotulados no capitalismo. Escovar os dentes é uma questão de saúde e educação, e não fazê-lo é porqueira e desleixo com o próprio corpo. Mas para essas crianças, escovar ou não escovar os dentes significar ganhar ou perder alguns centavos, entenderam?

    ResponderExcluir
  54. Honestamente?
    Este pai não ensina, ele disciplina, cria modelos robóticos. Isso demonstra/torna evidente uma total falta de diálogo existente na relação familiar. Imagina esse mesmo pai recebendo penalidades no salário por fazer algo que o chefe não queira. Tomar 2 cafés no horário de serviço, - R$20. não sei bom pra ele.
    Então cabe a esse pai ditador se mostrar mais aberto a entender porque o filho reclama e não silenciá-los com dinnheiro.

    ResponderExcluir
  55. Talvez ao contrário fosse mais interessante, valorizando as boas ações dos guris (boas ações, entretanto em que os pais creem assim), como por exemplo "Organizar o quarto", se isso é bom para a educação dos filhos segundo seus responsáveis, vamos valorizar e dar pontos a tal criança para melhorar sua mesada, sendo assim começariam o mês com zero, e poderiam terminar com algum valor que também deve ter um teto máximo.
    Em contrapartida, há pessoas que não se sentem bem em viver numa casa, quarto, ou em qualquer lugar com extrema organização, ou seja, se a criança se sente bem na bagunça (bagunça a qual é optativa do ser, diria assim) faria com que a criança não se sinta bem ao organizar o seu quarto, seria importante buscar formas de identificar o que faz a criança feliz, talvez até mesmo tendo como base o que os pais creem, deste modo, se se nota que fazer natação não o agrada, deixe-o escolher sem punição, pois para a criança pode não haver significação no ato de nadar, embora o handbol possa trazê-lo extremo prazer, sabendo o que faz bem ao ser a família poderia rever o conceito básico que gerou esta tabela, logo creio que valorizando as atitudes e a felicidade do ser seria possível desenvolver uma educação muito rica na amplitude da palavra educar.
    Finalizando, digo que, não sei como se dá a educação em sua totalidade dentro desta família, logo devo dizer somente sobre o que conheci que é o que se encontra na matéria, pois qualquer julgamento seria pré-conceito.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  56. Ahhh vai cada um cuidar da sua vida!!! Se para esta família funciona estas regras, qual o problema? Bando de hipócritas, estão falando mal do quê? Tantas teorias furadas de educação... Acho que a maioria está vivendo em outro país, não é possível... Alguém aí tem televisão em casa? Rádio? Internet? Só nesta última semana alguém teve a preocupação de contar quantas reportagens relacionadas as crianças passaram na tv? Reportagens mostrando a dura realidade da maioria das crianças deste país, que passam fome, que são violentadas e que violentam; que roubam; que matam; que são espancadas, que preferem viver na rua do que em suas próprias casas... Aí tem alguns aqui que vem com teorias, filosofias, sociologias, psicologias furadas querendo falar de um pai que tá fazendo a parte dele em relação aos filhos e sem pedir a opinião de ninguém... Vem falar que este pai está criando crianças capitalistas... Oiiii!!! Como assim?!!! Desculpe minha ignorância mas em que tipo de sociedade vivemos mesmo? Aí vem gente que não sabe o que falar e se apega a religião!!! Aí é demais pra mim... O pai ensinar a roubar, matar, beber, usar drogas pode, ensinar ir a igreja não... Ensinar um tanto de coisa errada pode, incentivar o filho a fazer uma atividade física, seja qual for, não pode.... Ah, faça-me o favor...

    ResponderExcluir
  57. Ótima ideia, vamos ensinar que o dinheiro é deus e foda-se princípios, caráter, controle e disciplina. Aí quando crescer, ele provavelmente vai ter dinheiro suficiente para bancar as merdas que fizer. Pensamento do seu filho do futuro: "Meu advogado resolve, já que tenho um ótimo".

    ResponderExcluir
  58. A MAIOR BABAQUICE QUE JÁ DE TODOS OS TEMPOS, EDUCAR UM FILHO NA BASE DO DESCONTO. É O MESMO QUE COBRAR IPTU, ITR, IPVA, IMPOSTO DE RENDA......ALIÁS ELE NEM DEVIA FAZER ESSA PORRA DE LISTA PORQUE INCLUI OS DEPENDENTES NO SEU IMPOSTO DE RENDA. ESSE BABACA É UM TREMENDO FDP, E ESSA NOSSA SOCIEDADE HIPÓCRITA QUE BATE PALMINHA P ISSO DEVIA PAGAR MAIS IMPOSTOS PARA PARAR DE APLAUDIR ESSAS MERDAS!!!!

    ResponderExcluir
  59. Isso se chama educar!!! Nossa vida é feita de metas: melhores notas no vetibular, metas a cumprir no trabalho...tudo numeros! Quando a religiosidade que muitos criticam...é a mais importante de todas lá aprendemos a respeitar o proximo, honrar pai, mãe e amar a Deus sobre tods as coisas! Foi assim que aprendi,mesmo nao frequentando a igreja hoje ( vivo fora do Brasil) esses valores estão aqui dentro de mim!

    ResponderExcluir
  60. mais 2 pessoas vão se ta bem na vida..

    ResponderExcluir
  61. Muito boa a planilha... Educação em 1º lugar, mas poderia colocar alguns benefícios tb, tipo.. tirar nota alta (de 8 a 10) +1.. seria um estímulo a mais pros filhos, mas mesmo assim está de parabéns!

    ResponderExcluir
  62. Sem dúvida é uma boa iniciativa porem, ha meu ponto de vista errada, pois a criança (adolescente) vai está fazendo sua tarefas por interesse em sua recompen$a$, sem de fato dar a real importância ao bem que lhe trará todas estas tarefas que por sua vez já são ruas RESPONSABILIDADES ganhando sua mesada ou não.

    Todos deveram ser recompensados por suas atividades, bom comportamento, notas bos, ajudar os Pais etc..., só acho que não deve ser com pagamentos em dinheiro, pois se algum dia vc faltar o dinheiro NÃO poderá cobra algo de seus filhos, pois vc não os pagou para isso.

    É responsabilidade DO PAI o sustento o provimento das despesas e bem está de toda a sua família (I Tm.5:8).

    A criança é uma benção na vida dos pais, mas infelizmente existem alguns que não dão o devido valor a essa criaturazinha tão dependente. Mas Deus deixa claro em Sua Palavra, e nós como pais temos que ensinar e cuidar com muito amor e carinho nossos filhos.


    "Ensina a criança o caminho que deve andar e ainda quando for velho, não se desviará dele"
    Provérbios 22:6.

    ResponderExcluir
  63. Educar é muito mais que punir, sempre que punimos não educamos, educar é a conscientização, punir é a perda, sempre que alguém é punido perde alguma coisa, sempre que alguém é educado ganha alguma coisa, a forma de como os pais punem os seus filhos por não cumprirem as regras da casa é aparentemente um desconforto, vejo que os filhos perdem seu direito de escolha, de liberdade de expressão seria melhor os filhos do casal ter conhecimento porque eles não devem fazer isso ou aquilo, do que receber por não fazer isso ou aquilo, assim vão crescer condicionados em fazer algo somente quando receber por esse algo, é uma visão complicada, capitalista os filhos podem crescer pensado que podem fazer tudo por dinheiro ou por receber algo em troca.... achei um pouco arriscado esse método para educar, mas cada um é cada um....

    ResponderExcluir
  64. Na minha época meus pais tiravam o Danone, bolacha, sobremesa kk

    ResponderExcluir
  65. Eu acho melhor fazer alguma coisa do que não fazer nada!!! tem uma atitude, o resultado pode não ser satisfatório, mas pelo menos eles vão entender essa regrinha básica da vida, que toda ação tem uma reação, que sem esforço não há recompensa, quando começarem a trabalhar vai pesar esse ensinamento a favor deles... achei válido!!!!...

    ResponderExcluir
  66. O mais legal é que o cara só quer ensinar os filhos e os babacas escrevendo verdadeiros tratatos sobre Capitalismo X Socialismo. Acho que isso é falta de sexo.

    ResponderExcluir
  67. É uma boa forma de adestramento. Apesar das críticas negativas, o ser humano cresce e vai viver numa sociedade em que precisa pagar pra viver (mal ou bem, mas precisa). Quanto mais cedo ele entender que precisa entrar nesse esquema de metas a cumprir e funcionar como parte produtiva desse tipo de sociedade menores serão os problemas posteriores como onde colocar/se desfazer desse tipo de pessoa. ( Como ainda não temos problemas de abastecimento de alimentos, moer e fazer ração dos preguiçosos, marginais e dissidentes está fora de cogitação por ser atualmente mais desumano do que conveniente na balança. )

    Opa!! Peguei você! Yé Yéé!! Acreditou nisso?! Credo, cara, desliga o computador e vai viver um pouco. Abraço.

    ResponderExcluir
  68. Há, nesse caso, incidência de descontos sobre o mesmo fato gerador, o que, por sua essência caracteriza abuso de autoridade, o que se observa no caso em tela quando da incidência de desconto por não elaboração de tarefas sendo certo que posteriormente há descontos pelo mesmo motivo, só que de forma especificada, o que acaba por incidir descontos na mesada mais de uma vez pelo mesmo fato gerador,qual seja o descumprimento de tarefas.

    ResponderExcluir
  69. Eu acho ridículo esse falso ateísmo de vocês!
    No meu modo de ver a crença num ser superior tem efeitos psicológicos positivos para as pessoas, invés de vocês criticarem o modo que esses pais educam seus filhos, tentem refletir sobre o que vocês acham de si mesmo e tentem se por no lugar dele. Como educar seus filhos no mundo de hoje? não é nada fácil, então antes de digitarem a primeira coisa que vocês pensam, reflitam sobre como é o mundo que vivemos, já que antes de tudo estamos moldando uma vida e não um negócio!

    ResponderExcluir
  70. Saiba que para construirmos uma relação saudável com os nossos filhos, é importante estipular regras que não devem ser quebradas. Se após muitas conversas com o seu filho e a análise de suas reais necessidades, você decidir pagar uma mesada, por exemplo, lembre-se que ela é um instrumento, uma forma de você contribuir para a Educação Financeira dele. Não vincule o ato de pagar a mesada com uma contrapartida do seu filho.

    Por isso, se o boletim escolar não estiver como você sempre sonhou, não é a hora de cortar a mesada. Não devemos vincular a mesada com um bom rendimento escolar. Alguns psicólogos afirmam que ao fazer isso, podemos estimular uma personalidade mercenária em nossos filhos.

    Se você estiver descontente com o comportamento de seu filho, pense em outras formas de mostrar a sua insatisfação e dele rever o comportamento. Que tal diminuir o tempo destinado para ficar no computador? Ou quem sabe diminuir o valor do crédito do celular? Cortar o video game? Você não deve vincular o recebimento da mesada ao bom comportamento.

    ResponderExcluir
  71. Vitor Yamada: Pessoal, só para esclarecer, porque a lista não tem legenda, a mesada tem intuito econômico apenas, e não disciplinar. Visa iniciar a educação financeira das crianças. Ensina-las que há regras, e quebrá-las tem consequências. Não exclui a educação do dia-a-dia e, repito, não tem caráter precipuamente disciplinar. Para isto, as ferramentas continuam as mesmas: diálogo, castigo, etc...

    ResponderExcluir
  72. Acho a questão bem simples. SE VOCE ENSINAR UMA CRIANÇA (FORMAR OS VALORES DELA) A BASE DE TROCA FINANCEIRA, NÃO PODERÁ E QUEIXAR DOS FUTUROS POLÍTICOS...

    ResponderExcluir
  73. Se fosse assim, na minha infancia a minha mesada iria toda embora, por que eu chegava a passar 2 semanas sem tomar banho kkkkkkk

    ResponderExcluir
  74. muito bom isso.ele esta treinando os filhos para a vida real,se vc nao cumprir as regras do seu trabalho é mandado embora , se nao honra seus compromissos desde criança como vai ser um adulto descente.os pais de hoje nao colocam limites nos filhos por isso o pais ta uma merda,os filhos de hoje nao tem responsabilidade nenhuma e muito menos educação

    ResponderExcluir
  75. não bastava trocar o dinheiro por tipo: 1 dia sem game por faltar da aula!
    coisinhas simples que a garotada pira quando os pais "cortam".

    sei lá isso parece adestramento de cães, deita, rola, late, muito bom, ganhou seu biscoitinho kkkkk

    educação dos filhos muitos esquecem do principal, as más companhias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles não estão sendo remunerados pelo que fazem e sim multados pelo que deixa de fazer. É exatamente o contrário do que vc está dizendo.
      Eles têm uma mesada de R$50,00 e como todos nós, regras a cumprir. E toda vez que eles não obedecem as normas, são multados, exatamente como nós adultos somos penalizados por avançar sinal de trânsito, andar em velocidade acima do permitido, desconto no salário quando falta ao trabalho sem justificativa e etc.
      No caso eu acho que eles estão sendo preparados (educados) para se acostumarem a cumprir as leis e normas vigentes.

      Excluir
  76. conheça o mais novo blog sobre investimentos e finanças aprenda a controlar o consumismo desenfreado:

    www.empresteme.blogspot.com

    ResponderExcluir
  77. Educando para a realidade "nua e crua"... Pode ser capitalista, mas é o nosso sistema, ou se mudarão para o exterior quando adultos?

    ResponderExcluir
  78. aff... quanta gente de visão estreita... não são R$50,00, é algo que estimule as crianças a seguir as regras... não são essas regras, são as regras da família onde é aplicado o método... não precisa perder por não cumprir as regras, pode ganhar por cumpri-las...
    é fácil julgar um método pela forma como é aplicado, difícil é deixar de lado como os outros o utilizam e pensar por si próprio como poderia ser utilizado dentro das regras, costumes e valores da sua família...

    ResponderExcluir
  79. É só um jeito de mostrar que você pode pagar por não seguir regras. Pelo menos o cara está pensando em um jeito de educar os moleques bem melhor do que aqueles que deixam a corda solta e que o mundo que se dane com seus monstrinhos... Quatro conto pela missa é um preço bem barato pra não aguentar aquela chatice também. Se o moleque se sentir lesado e vir a questionar o pai sobre essa regra com argumentos sólidos, também vai ser um bom aprendizado.

    ResponderExcluir
  80. A unica coisa que dá pra afirmar é: o Vitor se fudeu nesse mês!

    ResponderExcluir
  81. porra vey, 0,25 cents só por não tomar banho? então se o mulek resolver nao tomar banho por um mes ele perde apenas 7,50 mangos? nem 8 pila? se fosse meu pai tava fudido vey, na moral, eu devolvia essa trolada com estilo uhauhauhahuuhaa

    ResponderExcluir
  82. não gostei... não axo q pra educar precise disto e mt menos de bater... axo q algumas coisas não se tratam de barganhar, de fazer uma troca... essa é apenas uma forma dos pais se livrarem da carga de educação dos filhos ... e outra... nem tudo na vida gira em torno de dinheiro... da forma que isso foi elaborado vai fazer uma lavagem na cabeça das crianças... elas vão parar de falar palavrão, desobedecer os pais, etc... por causa do dinheiro e não por causa de ser errado... se quer dar uma mesada aos filhos, ok... agora pra construir uma família com os valores isso dai não serve... é lixo! está na hora de pensar mais galera!

    ResponderExcluir
  83. Muito Bom!
    Parabéns pelo Post!
    http://aprendacomanet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  84. Alguns dizendo que os pais estavam criando robozinhos, capitalistas e não ensinando o verdadeiro valor das coisas. Agora, vem cá: quem falou que não? Desde quando apenas uma tabela define o que os pais estão ensinando? Mania dessa gente falar pelos cotovelos e julgar sem realmente saber o que se passa dentro da casa desse pai que compartilhou essa tabela. Fora um monte de gente falando que falando e no final nem falou nada que desse para entender além de capitalista e comunista.
    Fui criada com regras e limites e sempre com o lema: se quer dinheiro tem que trabalhar! No caso dessas crianças elas tem que apenas cumprir as tarefas como ir a escola, curso, respeitar os pais e assim por diante e que no final acaba sendo praticamente a mesma coisa do que comigo.

    ResponderExcluir
  85. Para os que julgam sem saber, palavras do pai "Pessoal, só para esclarecer, porque a lista não tem legenda, a mesada tem intuito econômico apenas, e não disciplinar. Visa iniciar a educação financeira das crianças. Ensina-las que há regras, e quebrá-las tem consequências. Não exclui a educação do dia-a-dia e, repito, não tem caráter precipuamente disciplinar. Para isto, as ferramentas continuam as mesmas: diálogo, castigo, etc. Nós conversamos com as crianças antes de implantar a mesada, explicamos a eles como funcionaria, eles entenderam e aceitaram as condições. Digo que, só isso, já ajuda a ter palavra desde cedo

    ResponderExcluir
  86. discursos lindos, outros outros da nojo ate de ler. na verdade tudo e e sempre sera mera discuçao banal... quem ai nao tem uma roupinha de marca ou tenis de marca que sai na rua e faz questao de mostrar? "custou tanto" quem ai nunca viu alguem e pensou "coitado..." por isso ou por aquilo. quem nunca leu um post e logo pegou o teclado pra colocar a "verdade dos fatos" ja que vc sabe mto mais que todos claro... o unico regime existente e o humanismo fato puro! nao foi uma pessoa,nao foi uma crença, nao foi a vontade de defender nada... o ser humano so quer beneficio proprio, nao e verdade? saia agora msm e de a um mendigo seus "itens preciosos" ai eu acredito estar errado.

    ResponderExcluir
  87. Não vou desmerecer, mas também não vou ser a favor é algo para ser muito bem pensado, analisado e utilizado. Só faz pensar onde realmente fica o respeito... A relação com os filhos passa a ser na lei da barganha? Ou seja, os filhos podem inclusive comprar a sua desobediência, no caso de desobedecer os pais ele desconta do valor que recebe se pra ele for compensatório e qual seria a reação do pai nesse caso? A ideia pode ate ser valida se melhor "administrada"... descontar por um filho ir a cama dos pais de madrugada? E se para a criança naquele momento for importante está do lado deles? E ao invés de ser algo de retirada poderia ter ao menos um viés digamos positivo como por exemplo: retirou o lixo = 0,50 centavos, onde só receberá ao final do mês... Mesmo assim ainda ficaria "com o pé atrás" desse tipo de coisa, mas tentaria ao menos aliviar essa relação mercadológica...

    ResponderExcluir
  88. k maravilha esse homem eh um genio amei vou aplicar com meu filho essa tabelinha :)

    ResponderExcluir
  89. E se no lugar de dinheiro fosse frutas? deveríamos odiar as frutas? Acho o método bom, desde que, quando a criança fosse adolescente, fosse-lhe esplicado que o método é mais importante que o dinheiro, para que entrassem numa linha do correto. Vamos lá meu amigo, todos nós corremos atrás de dinheiro a vidatoda pq precisamos do maldito. Então vamos usá-lo de forma inteligente.

    ResponderExcluir
  90. Interessante a ideia, tirando ir à missa... que é uma obrigação a uma religião ainda na infância, em que a criança não tem noção das coisas... deixa ela escolher se quer ou não ser religiosa (e se sim, qual religião seguir) quando ficar adulta. Empurrar goela abaixo na infância é um erro, vira mais um alienado dando 10% pro pastor estelionatário.

    ResponderExcluir