terça-feira, 30 de julho de 2013

Justiça manda portal tirar do ar notícias sobre suposto namoro entre Raí e Zeca Camargo





A Justiça de São Paulo proferiu decisão na última quarta-feira determinando que o portal de internet R7 retire do ar, dentro de 48 horas, notícias que mencionem um suposto relacionamento afetivo do ex-jogador de futebol Raí com o apresentador da TV Globo Zeca Camargo. A ordem judicial trata especificamente de textos sobre o assunto publicados pela jornalista Fabíola Reipert em seu blog, hospedado no portal.

Além disso, o R7 não deve mais produzir nenhuma nota jornalística a respeito deste assunto. A multa diária para o eventual descumprimento da decisão é de R$ 2 mil. O prazo passa a contar a partir do momento que o veículo for notificado oficialmente acerca da determinação judicial.

Procurado pelo UOL Esporte na noite da última quinta-feira, o departamento de comunicação do R7 informou que não comentaria o assunto, pois ainda não havia sido notificado oficialmente pela Justiça.

Fabíola Reipert também informou que ainda não havia sido notificada, e orientou a reportagem a procurar o departamento de comunicação do R7.

No último dia 31, Raí entrou com uma ação na Justiça contra a jornalista Fabíola Reipert, blogueira do portal R7, e contra o próprio veículo, pela publicação de notícias que insinuaram que o atleta teria um envolvimento afetivo com o apresentador da TV Globo Zeca Camargo. O ex-jogador pede uma retratação pública, uma indenização de R$ 10 mil e a retirada do ar das notícias já existentes.
Na mesma ação, o ex-jogador fazia um pedido de "tutela antecipada" sobre a retirada das notícias do ar, ou seja, requereu que a Justiça considerasse este pedido antes do término do julgamento, em caráter emergencial, já que a manutenção das referidas notícias no ar estariam prejudicando a sua imagem. A decisão judicial proferida na última quarta-feira atendeu a este pedido e ordenou a retirada do ar das notícias dentro de 48 horas.

A ação judicial como um todo, porém, seguirá seu trâmite normal, e tanto o portal R7 quanto a jornalista Fabíola Reipert ainda terão tempo para apresentarem suas defesas antes que uma decisão final seja tomada.

Entenda o caso

O ex-jogador Raí deu entrada, na última terça-feira, com uma ação na Justiça contra a jornalista Fabíola Reipert, blogueira do portal R7, e contra o próprio veículo, pela publicação de notícias que insinuaram que o atleta teria um envolvimento afetivo com o apresentador da TV Globo Zeca Camargo.

No último dia 16, a blogueira publicou que a "emissora (Globo) proibiu os programas da casa de associar os nomes de Zeca Camargo e Raí", completando com as perguntas: "O que será que eles têm para esconder, hein? E o que têm em comum?". Fabíola Reipert estava repercutindo notícia anterior publicada por ela mesma, que dava conta de que "um belo ex-jogador de futebol teria deixado a mulher em troca de um novo amor. Ele foi morar com um apresentador da Globo, que ainda não saiu publicamente do armário".

As publicações geraram ampla repercussão na internet e nas redes sociais, que passaram a reproduzir o boato de suposto relacionamento homossexual entre os dois.

Na última terça-feira, o sócio de Raí em uma empresa de gestão de imagem, Paulo Velasco, informou que o ex-jogador decidira "tomar as medidas judiciais cabíveis contra os autores do boato".

"Informamos que foi proposta ação judicial referente ao falso boato publicado na internet em relação ao Raí. Esperamos com isso, além da retratação e indenização por parte dos responsáveis, colaborar para a construção de um jornalismo sério e verdadeiro", afirmou Velasco, que também responde pela assessoria de imprensa de Raí.

De acordo com ele, não existe nenhum fundamento nas informações divulgadas sobre o suposto relacionamento entre Raí e Zeca Camargo. "Trata-se de uma notícia falsa, desrespeitosa e sem pé nem cabeça", disse Velasco.

Rafinha Bastos também era processado

Fabíola Reipert e portal R7 não foram os únicos contra quem Raí tentou mover a ação judicial. Em sua petição inicial, o atleta também pedia a condenação da Rede TV! e do humorista Rafinha Bastos, que, em programa de TV, fez piada sobre o assunto. O site Orkut e a TV Bandeirantes também contavam na ação, além do jornal O Dia, dom Rio de Janeiro.

A decisão judicial proferida na última quarta, porém, considerou que apenas Fabíola Reipert, o portal R7 e o jornal O Dia deveriam ser mantidos na ação, entendendo que "os réus Rede TV!, Raphael Bastos (sic) e Rede Bandeirantes divulgaram a informação com caráter de humor". Leia abaixo a íntegra da decisão judicial:

"Despacho Proferido Trata-se de ação de obrigação de fazer e indenização por danos morais, com pedido de tutela antecipada, ajuizada por RAÍ SOUZA VIEIRA DE OLIVEIRA contra ENTRETENIMENTO.R7 (RECORD), FABÍOLA REIPERT, REDE TV, RAPHAEL BASTOS, REDE BANDEIRANTES DE TELECOMUNICAÇÃO, ORKUT E JORNAL “O DIA”.

Alega o autor, em síntese, que, a partir do final do ano de 2011, os réus passaram a divulgar notícias de que ele teria deixado a esposa, doente, para morar com o jornalista Zeca Camargo, com quem estaria tendo um relacionamento afetivo.

Sustenta que tais fatos são inverídicos, pelas seguintes razões: a) a informação não retrata sua orientação sexual; b) o jornalista Zeca Camargo sequer faz parte do seu círculo de amizade; c) não é casado nem houve qualquer problema de saúde em sua família ou com pessoa de seu relacionamento.

Pretende o autor, nesta ação, fazer cessar a veiculação das informações inverídicas, além de indenização por danos morais. Pois bem. De início, de rigor a limitação do litisconsórcio passivo, pois o número de réus, no caso, comprometerá a rápida solução do litígio.

Com efeito, ao que se depreende da leitura da inicial, os réus REDE TV, RAPHAEL BASTOS e REDE BANDEIRANTES divulgaram a informação com caráter de humor. Já os réus ENTRETENIMENTO.R7 (RECORD), FABÍOLA REIPERT e JORNAL “O DIA” teriam criado a notícia, conduta esta bem mais grave do ponto de vista da responsabilidade civil. Por fim, o próprio autor afirma que o Orkut, como os outros sites, apenas republicou as informações, alimentando a notícia criada por terceiros.

Neste contexto, com fundamento no art. 46, parágrafo único, do Código de Processo Civil, excluo do polo passivo da ação os réus REDE TV, RAPHAEL BASTOS, REDE BANDEIRANTES e ORKUT, em face dos quais o autor deverá ajuizar ação ou ações próprias.

Reafirmo que sua manutenção na lide prejudicará o próprio autor, pois os fundamentos da responsabilização dos réus pela conduta ilícita são diferentes e tal discussão certamente implicará em demora na entrega da prestação jurisdicional.

Com relação aos réus que ficam no polo passivo, ENTRETENIMENTO.R7 (RECORD), FABÍOLA REIPERT e JORNAL “O DIA”, passo a apreciar o pedido de antecipação da tutela. Os documentos que instruem a petição inicial demonstram a relevância da demanda, decorrente da necessidade do autor em fazer cessar a divulgação das informações que afirma serem falsas e impedir o uso indevido de sua imagem.

De outra banda, há fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação, pois a propagação das notícias poderá comprometer a celebração e a execução de contratos que têm por objeto a imagem pública do autor, os quais constituem uma de suas fontes de renda.

Anoto que, a par da documentação carreada com a inicial, uma simples pesquisa sobre o assunto no google, efetuada por esta magistrada na data de hoje, revela a enorme proporção que o assunto ganhou. Tal circunstância reforça a necessidade de limitação do litisconsórcio passivo, pois do contrário poderão figurar no polo passivo todos os sites que divulgaram a informação.

Por tais sucessos, concedo a tutela específica da obrigação, determinando aos réus que se abstenham de veicular as notícias mencionadas na inicial a respeito de um relacionamento afetivo do autor com o jornalista Zeca Camargo, retirando do ar as já veiculadas, no prazo de 48hs, tudo sob pena de multa diária de R$ 2.000,00. Oficie-se.

O pedido referente à retratação fica indeferido, por ora, pois não poderá ser averiguado por meio de simples cognição sumária, antes do exercício do contraditório. Observo que a presente determinação não atenta contra a liberdade de informação, diante da afirmada ausência de veracidade das afirmações.

Além disso, segundo o art. 20 do Código Civil, salvo se autorizadas ou necessárias à manutenção da ordem pública, a exposição ou a utilização da imagem de uma pessoa poderão ser proibidas, a seu requerimento e sem prejuízo da indenização que couber, se lhe atingirem a honra, a boa fama ou a respeitabilidade.

No caso dos autos, é evidente que as informações divulgadas, ainda que fossem verdadeiras, não são de interesse público, relacionando-se, sim, à vida privada do autor, tutelada pelo art. 5°, X, da CF e pelo art. 21 do Código Civil. Citem-se. Int. Ofício à disposição do autor."



10 comentários:

  1. mas afinal eles estão ou não namorando?...formavam um bonito casal

    ResponderExcluir
  2. Fabíola Reipert é uma vaca ridícula que quer se promover as custas de pessoas famosas, ta certo Raí de meter um processo nessa vagabunda.

    ResponderExcluir
  3. essa montagem foi feita no Paint uahusah, horrível

    ResponderExcluir
  4. Esse 'cajuru' é totalmente ignorante no assunto... pq um homem sai com várias mulheres não quer dizer que não seja gay. será que ele anda 24 horas com ele? E ainda diz: "... vc um homem, símbololo sexual bla bla bla..." Eu não acredito na história mas esse Cajuru... COITADO!!!

    ResponderExcluir
  5. Gente se deixar quieta o povo esquece mas se começar a processar acaba botando mais lenha. Afinal, são deles, os instrumentais teóricos, e eles fazem o que bem quiserem com eles. O máximo são que algumas pessoas morrerão de inveja!

    ResponderExcluir
  6. Na minha opnião acho que o cajuru não deveria por a mão na fogueira pelo Raí, apesar dele conhecer ele desde pequeno como ele mesmo disse: Pois quantas pessoa conhecemos por aí que vivem boa parte da vida como hetero e depois de uma hora pra outra acaba assumindo ser gay um exemplo foi a Daniela mercury, mas além disso problema é deles se eles curtem esse lado, é bom que sobra mais mulheres para nós os verdadeiros Heteros!!!

    ResponderExcluir
  7. Essa Fabiola é uma Puta Sapatona e a o Rai deveria arrumar alguem pra sumir com com ela igual fizeram com o Mc leste

    ResponderExcluir
  8. Essa Fabiola é tão suja e incompetente que precisa mentir pra alguem ler alguma coisa dela,,,,,,Agora ela não conta que eu comi ela 3 vezes,,, gente ,,,,,,,,buceta muito fidida,,,,por isso não quero mais

    ResponderExcluir
  9. Fabiola vc com 40 anos já é uma velha ,,,mas pode deixar assim que vc pegar uma aids voce vai se arrepender de ser puta,,sapatona e prostituta e mentir tanto prejudicando as pessoas,,,So eu que ganhei pois ti comi 3 vezes ,,Eu é que não quis mais

    ResponderExcluir