terça-feira, 7 de maio de 2013

Aluna diz que foi obrigada a chupar testículos e pênis de boi em trote na Bahia


Ela estava na segunda semana de aula no 1º semestre quando resolveu participar do trote por pressão

http://www.tribunadoceara.com.br/nacaonordestina/wp-content/uploads/2013/05/boi.jpg


A Polícia Civil da Bahia investigará a partir desta terça-feira denúncia feita ao Ministério Público por uma estudante de agronomia de 22 anos que diz ter sido obrigada a chupar testículos e pênis de boi durante trote na Universidade Estadual do Sudoeste (Uesb), campus de Vitória da Conquista, sudoeste do Estado.
O caso ocorreu na sexta-feira passada. De acordo com depoimento da estudante ao Ministério Público, ela estava na segunda semana de aula no 1º semestre quando resolveu participar do trote por pressão dos colegas veteranos, “porque, se não participasse, seria pior”. Ela disse que participaria, mas avisou que era “alérgica a tudo”.
Durante a brincadeira, a estudante – que prefere não ter sua identidade revelada – e outros colegas calouros foram colocados para andar de “elefantinho” (de mãos dadas uns com os outros e com as mãos passando por debaixo das pernas) e depois tiveram de chupar testículos e pênis de boi. Aplicavam o trote alunos do 3º e 4º semestres de agronomia.
A estudante desconfia que o pênis do boi estivesse melado com sêmen humano, pois estava com gosto salgado. E teriam dito a ela que aquele “pênis” ainda “nem é o de verdade”. Para finalizar a brincadeira, segundo ela, os veteranos botaram um líquido em um copo que seria mistura de “mata bicheira” – produto usado em bovinos – e urina de animal e deram para eles bochecharem.
Após o bochecho, a estudante começou a ter reações alérgicas e chegou a desmaiar, tendo sido levada para a enfermaria da universidade, onde teria recebido apenas café e biscoito, que ela nem conseguiu engolir porque começou a sair sangue da sua língua. Mesmo nessa situação, ela ainda saiu da universidade e foi para Brumado, sua cidade natal.
A estudante está sendo acompanhada pela Comissão de Direitos da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil. Para a advogada Michelly Leão, pode ter ocorrido no caso “lesão corporal, estupro por ato diverso de conjunção carnal e tentativa de homicídio doloso, por dolo eventual, porque sabiam que ela tinha alergia e a colocaram para bochechar com mata bicheira”.
Ainda segundo a advogada, a Uesb pode responder por “omissão de socorro, pois eles não souberam lidar com a situação”. Procurada, a assessoria de comunicação da universidade informou que não poderia se pronunciar porque o reitor está em viagem.
A universidade, porém, reconheceu que o trote ocorreu e que o caso está sendo analisado internamente. A enfermeira Maria da Paixão, que atendeu a estudante, e o presidente do Centro Acadêmico de Agronomia, Ednaldo Dantas, do 7º semestre do curso, disseram que não iam dar declarações.
A delegada responsável pelo caso, Tânia Silveira Santana Santos, disse que aguarda apenas a chegada do ofício do Ministério Público para abrir as investigações. O documento não foi enviado na segunda por causa da paralisação de 24h dos policiais civis da Bahia.
A promotora Carla Medeiros, que ouviu o depoimento da estudante, qualificou o trote como “muito violento, podendo configurar lesão corporal”. Estudantes do curso também não quiseram falar sobre o assunto. Depois do caso, o clima entre eles é de muita apreensão.
Desde setembro de 2008 os trotes são proibidos na Uesb. Seguranças da universidade disseram, porém, que foi dado ordem a eles para que não se envolvam nas brincadeiras dos alunos.

FONTE: Terra

44 comentários:

  1. Não vi isso na EPTV de hoje, cadê Globo? Cade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denny, na EPTV só passa o regional. O caso aconteceu na Bahia, deve passar nos jornais com âmbito nacional. ¬¬

      Excluir
  2. esse povo é muito otário, bem feito p ela, n tinha nda q ta fazendo tumulto agora, iam matar se ela n participasse por acaso??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raelzinho vc e retar_dado mesmo ne????

      Excluir
    2. retardado porq? ninguem é obrigado a fazer isso, Daniel, seu manezão, faço faculdade , sempre me ameaçam com porra de trote, nunca participei e dou um FODA-SE bem grande pra esses veteranos otários, quero me formar ganhar dinheiro e só.

      Excluir
    3. na boa retardado e essa galera que aceita esse tipo de coisa, quero saber o q vao fazer cmg se eu nao aceitar ? vao me matar ? "Seria pior" ...

      Excluir
    4. Concordo com o Raelzinho!! Ela não foi obrigada.. foi porque quis.. não era porque eles estavam pressionando que ela devia ir...

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. É impressionante como a postura machista da nossa sociedade se mostra tão clara quando acontecem casos como esse.
    O fato de ela ter optado por participar de um trote não dá direito aos veteranos de cometer atos abusivos como esse, com a óbvia intenção de rebaixar e humilhar o sexo feminino... Ela poderia ter não participado?! Claro que sim! Mas todos aqui sabem a "pressão" que ocorre quando um calouro ingressa numa universidade, e também o teor abusivo dos trotes aplicados, principalmente nas universidades públicas...
    Dizer que a culpa foi dela ou que ela foi conivente é como dizer que uma mulher foi estuprada por que "provocou" o estuprador, é inverter papéis e dar à vitima a posição de réu...
    Mesmo tendo topado participar da brincadeira, ainda assim ela é um ser humano que deve ter a sua dignidade respeitada! Sinceramente me envergonha saber que eu vivo numa sociedade onde a cultura do abuso da mulher é aceito e disseminado dessa forma... É o famoso "estupra mas não mata" prevalecendo ainda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nada ela aceitou pq quis poderia ser homem, mulher o escanbal ela poderia até ter aceitado mais depois de saber q era pra chupar um boi problema e dela ir fazer sua feminista hipocrita

      Excluir
    2. Parabéns Mi Cardoso, a questão são valores humanos não pensamentos medíocres e calculistas.

      Excluir
    3. nao vi isso.. moralista? agora ela vivenciou a história? para.. obrigado? botaram arma na cabeça? ameaçaram de morte.. se fez, foi pq quis, se alguém forçou é diferente, ou caso, agora sem moralismo aqui pf

      Excluir
    4. Mi Cardoso, você está completamente enganada.

      Isso de NADA tem a ver com estupro. Não fale besteiras. Estupro é uma coisa séria, não é brincadeirinha de faculdade. Num estupro a pessoa é obrigada a fazer sexo com outra PQ SE NÃO FIZER, MORRE. Nesse caso é diferente. Ela poderia ter se negado à fazer, independente de pressão qualquer. As pessoas vão sempre te pedir pra fazer coisas absurdas. Cabe só à você aceitar isso ou não. Se você não for aceita por aquele grupo, melhor ainda! Ou vc gostaria de fazer parte de um grupo onde fazem pressão pra que se chupe um boi?

      Se liga. Nem todo mundo é vítima, nem todo mundo é coitadinho. Todo mundo sabe muito bem o que faz e se não sabe é aí que está o erro.

      Excluir
    5. tem q aparecer uma paspalha pra dizer q é postura de machismo... ela foi com as duas pernas, sabia q era trote e poderia ter recusado, machismo o carai, se fosse uma mulher metendo boa noite cinderela pra rouba um cara tu nao ia dizer q é machismo, se fosse um cara no lugar dela nao ia dizer q foi machismo, se vc nao sabe o q dizer nao venha defecar aki, femimiminazistinha lixo!

      Excluir
    6. Você é retardada? O que tem haver machismo com isso? Se um homem mandar uma mulher se jogar da ponte ela se joga e você vai vir aqui e alegar machismo também? Machismo é a mesma coisa que o feminismo, nós machistas defendemos os direitos dos homens, lutamos contra feministas como você que envez de buscar direitos iguais, buscam privilégios e no fundo, bem no fundinho da sua pobre mente, você morre de vontade de ser homem. Ah, outra coisa, te garanto que tava cheio de veteranAS botando pilha na guria e chamando ela de vadia. Então, pobre, fraca e alienada feminista de merda, vah chupar bagos de boi aproveite e engula o esperma do mesmo, quem sabe você não adquire mais inteligência e para de falar/postar asneira, era só a guria não comparecer ao trote e caso sofresse alguma opressão, processar por bullyng. Feministas = mulheres mau comidas, buscam ser quem elas mais odeiam, os homens, bando de fracassadas.

      Excluir
    7. machista ? ta maluca ? feministas sao uma piada ...

      Excluir
    8. "Durante a brincadeira, a estudante – que prefere não ter sua identidade revelada – e outros colegas calouros foram colocados para andar de “elefantinho”

      Ai não diferencia gênero, então não defeque pelos dedos! Conforme o Eduardo disse, estrupo é um crime! Onde a pessoa é OBRIGADA, a fazer a força.

      Trote, não tem nada a ver. A pessoa vai porque quer, o no máximo, para se enturmar com os "veteranos".

      Agora todos nos sabemos, trotes sempre tem exagero que retardados ditos "veteranos" e universitários... praticam e os retardados "calouros" universitários aceitam! Será que alguém apontou uma arma na boca dela, e obrigou ela a colocar a língua (especialista por sinal, em diferenciar gostos) no testículo do boi? Rsrs, acredito que não.

      Excluir
    9. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    10. Eu concordo com você e acho também que certas opiniões que li aqui mostram que a grande maioria é igual aos que fizeram e fazem esses atos de covardia, pois sempre dizem: "ela que quis" ou "ninguém a obrigou, foi por vontade própria". Sinto nojo desses seres rastejantes que opinam idiotices e de certa forma são um grande apoio a ignorância e a maldade, afinal essas andam juntas. E é engraçado que são tão ignorantes que não sabem ao menos o significado das palavras "machismo", "feminismo" ou "estupro".

      Excluir
  4. ki nada essa vadia adora chupar um boi se brincar ela transa com cavalos tbm putona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. trolll kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  5. Como ela sabe que esperma humano é salgado hein?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A estudante desconfia que o pênis do boi estivesse melado com sêmen humano, pois estava com gosto salgado."

      Então ela anda experimentando ambas partes?

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk voces sao troll do caralho em...

      Excluir
    3. Claudio você tem qtos anos? 10? Deixa eu te dizer uma coisa garoto.. pessoas tem relações sexuais (pesquisa no google se você não sabe o que é) e tem vezes que um faz oral no outro sabe? é.. quem sabe você vire um cara de sorte que não fique comentando besteiras por ai e alguma mulher (ou homem, não sei sua opção sexual) faça em você e vice e versa :)

      Excluir
    4. Ahh, brigado tia, é que eu pensei que leite só se tomava da vaca. A senhora deve ser profissional né? quanto custa pra eu dar meu caldo de arroz?

      Excluir
  6. só pra constar..essa da foto ai é uma NOVILHA (FEMEA) kkkk

    ResponderExcluir
  7. É assim que se forma pessoas hopócritas, que vão para uma universidade só pensando em ganhar dinheiro, não importa como, pode até ser roubando, como se assiste todos os dias nos jornais, e valores? há lembrei, valores se tras de casa, alguém sabia disso? Ou os pais não repassaram aos filhos, que respeito se deve ter por qualquer pessoa, seja ela homem ou mulher. Não me levem a mal, mais eu fiquei triste quando li esses comentários disvirtuosos, o acontecimento foi com um ser humano.

    ResponderExcluir
  8. "A estudante desconfia que o pênis do boi estivesse melado com sêmen humano, pois estava com gosto salgado."
    Quantas rola de boi ela já chupou pra saber que caralho bovino não é salgado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  9. A ignorância do ser humano é impressionante, e leva a comentários medíocres e desnecessários. Todo mundo focou só na menina, mas alguém prestou atenção na matéria, que diz que outros alunos também participaram do mesmo trote? Muito fácil julgar e dizer que é só se recusar a participar do mesmo, realmente, todo mundo tem o livre arbítrio, mas ninguém pode se esquecer que as pessoas em certas situações se sentem acuadas e tomam certas atitudes por medo. Abusos como esses em trotes devem ser intoleráveis, e os responsáveis pelos mesmos punidos.

    ResponderExcluir
  10. o foda e que a gente sabe que nada vai acontecer com esses playboysinhos de merda

    ResponderExcluir
  11. No depoimento de alunos no jornal da cidade eles disseram que quem saiu da sala, saiu por livre espontânea vontade e sabendo das 'pegadinhas' quem não quiz não foi não. mas da mesma forma, isso não se faz!

    ResponderExcluir
  12. Triste isso!
    Não discordo de que ela foi porque quis, mas dizer que a culpa é dela é o cúmulo. Vamos nos basear em FATOS. O fato é que ela(não só ela) sofreu diversos abusos. Esqueçamos as suposiçoes de que foi coagida, de que era lesa, tinha baixa auto-estima,isso ninguem sabe. O que tá acontecendo é uma inversão, cara. Quer dizer que se a pessoa tiver motivo e chance pode causar o mal. Muito mais se a outra(vitima) souber do risco que corre.
    Se pararem pra pensar, vocês põem do de vcs na reta...

    ResponderExcluir
  13. fazem isso com fracos e vermes, queria ver vim veterano da de loco pro meu lado.pode ser qualquer um, pode entr aum no cu do outro e vir.

    ResponderExcluir
  14. Bem feito pra esses otários. Trote é pra integrar os estudantes, não pra humilhar os outros. Agora vão se foder grandão. Brincadeira tem limite, aprende, cambada de babacas.

    ResponderExcluir
  15. Ela disse que foi pq seria 'pior', pior o quê? Eles bateriam nela? kkkkkk, aff eu no lugar dela teria pagado pra ver esse 'pior'... qualquer coisa ia ser menos pior do que se submeter a um trote idiota desses! Como muitos falaram aqui, ela não era obrigada a nada, ela foi pq quis, ou pra posar de corajosa, de doidona! Que medo é bobo é esse que esse pessoal teve de dizer NÃO e arcar com as consequências de sua decisão?

    ResponderExcluir
  16. Galerinha, eu estudo nessa universidade da matéria, nesse mesmo campus e, de fato, lá, como nas outras, a pessoa pode optar por não participar, mas, os trotes de Agronomia daqui são os piores, apesar de proibido, e a pressão para quem não participa é muito grande. Eles obrigam mesmo a participar. Eu odeio esse tipo de coisa e não concordo com nada, mas como praticamente não há controle dos superiores dessa universidade sobre isso, os veteranos fazem o que querem com os calouros...

    ResponderExcluir
  17. Pois bem faço Biologia aqui no MS para ser mais exto na UEMS, e vieram com erra palhaçada de trote. hehehehe tenho 30 anos e não participei de trote de nada, mas quando pegam pessoas novas e sem experiência de vida tanto mulheres quanto homens essa fazem pressão sim, excluem de eventos e festas e fica menosprezando-os dentro da Universidade, isso causa um constrangimento e um dano psicológico muito grande, ainda mais se tratando de mulher ai que eles aproveitam... hehehe to no primeiro semestre e sou admirado por todos na universidade, não pelo fato de que eu seja melhor ou não participei do trote ou que eu quis impor autoridade, mas sim pelo fato de eu ter ideologias próprias e saber dos meus direitos.
    Dignidade acima de tudo.
    TroteéoCar$#%@¨!&#
    FicaADica#
    By Idgilson de Arruda Campos

    ResponderExcluir